A grande maioria das pessoas pode acreditar que nota fiscal e cupom fiscal são a mesma coisa. Mas, na realidade, trata-se de documentos diferentes que comprovam transações financeiras, aquisição de produtos ou prestação de serviços. E neste post iremos descrever o que é cada um e suas principais diferenças!

O que é cupom fiscal?

O cupom fiscal tem o objetivo de comprovar e documentar uma transação comercial feita entre consumidor e estabelecimento. Além da relevância para a comprovação da venda para clientes e vendedores, esse cupom também é fundamental para o fisco, uma vez que serve como base para a análise de pagamento de tributos e de impostos de produtos. O cupom fiscal é exclusivo para produtos, não é utilizado para serviços.

O que é nota fiscal?

A nota fiscal é um documento que só pode ser emitido a partir do sistema da empresa, neste documento fiscal há todas as informações do cliente, dos produtos/serviços e da empresa. O documento pode ser emitido de forma manual ou eletrônica.

A diferença mais notável entre ambos os documentos é a quantidade de informação que será mostrada por cada um deles.

Na nota fiscal, você terá dados como:

  • Descrição, quantidade e valor unitário de cada item vendido;
  • Data exata da transação;
  • Dados referentes ao cliente, nome, endereço, fone e etc;
  • Dados da sua empresa, nome, endereço, fone, cnpj e etc;
  • Valores de tributos e impostos destacados;
  • Valor total dos itens comprados e a forma de pagamento acordada;
  • Dados da transportadora, caso utilizada.

Já o cupom fiscal possui as informações básicas:

  • Descrição e valor dos itens vendidos;
  • Valor total dos itens;
  • Dados referentes apenas a sua empresa, nome, endereço, fone, cnpj e etc;
  • Data e hora que a transação foi feita.

 

Como você pode notar o cupom fiscal contém apenas as informações vitais a respeito da transação, enquanto na NF constarão várias outras informações. Portanto isso terá efeito direto no tamanho físico dos dois documentos, sendo a DANFE (forma impressa da NF) muito maior que o cupom fiscal, devido a quantidade de informação nela contida.

Cuidado para não se equivocar

Confundir o cupom fiscal com a nota fiscal é um grande equívoco, uma vez que suas diferenças podem gerar grandes preocupações em longo prazo, tanto para aqueles que vendem quanto para os que compram um produto ou contratam um serviço.

Quando um item adquirido precisa ser trocado, normalmente ouve-se que é necessário apresentar a nota fiscal e não o cupom fiscal, certo? Isso porque determinados estabelecimentos costumam não aceitar o cupom fiscal como comprovante de venda, devido ao fato de ele não apresentar todas as informações do produto, dos clientes e do estabelecimento.

Além disso, o cupom fiscal é bem mais fácil de ser fraudado, já que apresenta poucas informações. Na nota fiscal, há todos os dados, desde a chegada até a saída da mercadoria do estabelecimento, ou seja, proporciona maior segurança na transação.

Com a nota fiscal, a empresa é obrigada por lei a fazer a troca do produto com defeito ou sem remoção do lacre. Claro, dentro do prazo previsto. Sendo assim, o PROCON (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) sugere que empresas e consumidores exijam e entreguem a nota fiscal na hora da compra.

PAF-ECF

O PAF-ECF é um modelo de emissão exclusivo de Santa Catarina e utilizado no estado há quase 20 anos nas operações de varejo.

O PAF-ECF possui processo de emissão de documentos fiscais por meio de impressora fiscal e software homologado por empresa credenciada previsto na regulamentação do estado.

Quem deve realizar essas emissões?

O cupom fiscal deve ser emitido por toda empresa que vende diretamente ao consumidor final, como o varejo. Já a nota fiscal, todo empreendedor deve emitir a nota fiscal ao fazer qualquer operação negocial. Sendo assim a obrigação vale para os microempreendedores individuais (MEI’s), para o microempreendedor (ME) e para as empresas de pequeno porte (EPP’s).

Há uma exceção para o MEI: ele está dispensado de emitir a nota fiscal quando o consumidor for uma pessoa física.

Software para a emissão

É essencial você ter um software que você possa contar para realizar a emissão de notas, o ODVIX conta com a emissão da nota fiscal eletrônica, nota fiscal ao consumidor eletrônica, e a nota fiscal de serviço que também faz parte do nosso pacote, além de contar com muitas outras funcionalidades para a gestão da sua empresa! A nossa equipe está sempre pronta para ajudar! Acesse o nosso site e confira os nossos planos! Ou entre em contato via fone para conversar diretamente com um de nossos técnicos no número (49) 3563-0232.