O ponto de equilíbrio ajuda empresários a saber qual é o faturamento minimo necessário para que a empresa sobreviva. Muitos empreendedores não tem uma visão clara do valor que deve ser atingido para arcar com as despesas e que momento  a empresa passa a gerar lucros.

Portanto preparamos esse artigo para auxiliar os empreendedores que querem conhecer o ponto de equilíbrio da empresa. Bem como saber se suas vendas mesmo que sejam baixas foram suficientes para custear os recursos necessários. Então acompanhe a leitura.

O que é o ponto de equilíbrio?

Esse é um termo muito utilizado no mundo econômico e financeiro.  O ponto de equilíbrio é essencial para  empresas que queiram reduzir seus gastos e estabelecer preços em seus produtos de maneira correta. Portanto esse é um indicador de segurança, conhecendo o ponto de equilíbrio a possibilidade de prejuízo é reduzida ou eliminada.

Quando o empresário conhece o ponto de equilíbrio da empresa é possível ter uma visão mais realista das finanças, assim estabelecer metas alcançáveis para o negócio.

Calculando o ponto de equilíbrio da empresa

Quando o valor das vendas e o valor das despesas se igualam temos nesse momento o ponto de equilíbrio, a partir dai qualquer venda realizada passa a gerar lucros, portanto conhecer o ponto de equilíbrio é essencial, mas antes de realizar o cálculo é preciso definir alguns termos:

Custos fixos: São os custos que a empresa tem mensalmente , como aluguel, luz, telefone, internet. Independente da quantidade de produção e venda os custos fixos se mantém.

Custos variáveis: Custos variáveis são aqueles que sofrem alteração em seu valor, por exemplo o custo com matéria prima, em um mês é maior que o outro, ou vice-versa  esse custo dependerá da demanda de produção.

Margem de contribuição: É o valor que sobra de um produto quando o  preço de custo de produção é retirado. A margem de contribuição é o valor que irá arcar com os custos fixos e o lucro da empresa.

Para calcular a margem de contribuição de um produto fazemos da seguinte forma:

Preço de Venda – Custo da Mercadoria Vendida – Despesas Variáveis

Suponha que uma empresa fabrique uma blusa e a venda por  R$100,00

O custo de fabricação da blusa foi de R$60,00

as despesas variáveis para a fabricação correspondeu a R$10,00

Aplicando a formula temos: 100 – 60 – 10 = R$30,00

Desse modo a margem de contribuição do produto é de 30%

Ponto de equilíbrio financeiro = despesas e custos fixos /margem de contribuição

Suponha que a empresa que fabrica e vende as blusas tem uma despesa fixa de R$6000,00 desse modo aplicando a formula temos

R$6000 / 0,30 = R$20000,00

Assim podemos dizer que para que a empresa arque com os custos fixos e variáveis mensais sem obter nem um lucro é preciso que fature R$20000,00. Através desse indicador é possível saber quantas peças devem ser vendidas para arcar com os custos. Basta dividir o valor pelo preço de venda de cada item

R$20000,00 /  100 = 200

Desse modo para que a empresa chegue a esse valor é preciso realizar a venda de 100 blusas e a partir dai qualquer peça vendida passará a gerar lucros para empresa.

Importância do Ponto de Equilíbrio

Através desse indicador o empresário poderá analisar a sustentabilidade da empresa também sua necessidade de produção. Um dos primeiros passos para um empreendedor ser bem sucedido é aplicar métricas e previsões realistas de seu faturamento e custos, e em qualquer momento monitorar a saúde financeira.

Com o ODVIX você tem acesso aos relatórios de despesas e valores de produtos tornando otimizado o calculo do ponto de equilíbrio.