fbpx

Comércio Varejista: 4 erros comuns ao abrir uma loja de roupas

Comércio Varejista: 4 erros comuns ao abrir uma loja de roupas

varejista

O comércio varejista Brasileiro fechou 2019 com um crescimento de 1,8% no volume de vendas, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com uma resposta positiva da economia, torna-se possivel abrir um novo negócio, especialmente nos setores que se destacaram na pesquisa, como o de tecidos, vestuários e calçados, que tem como estimativa o crescimento de 5,3% das vendas no varejo para o ano de 2020.

Mais de 50% das empresas do comércio varejista fecham antes de completar dois anos, e nós do Sistema Odvix preparamos esse artigo com os 4 maiores erros que os novos empresários cometem ao abrir uma loja de roupas. Por isso, não abra sua loja sem antes saber tudo o que vamos te apresentar, acompanhe:

1 – Falta de Planejamento:

O proprietário deve ter em mente qual público deve atingir, por exemplo:

Moda feminina, moda masculina, moda infantil.

Ou ainda mais especificamente:

Moda de baladas, moda para gestantes, moda para senhoras, moda para adolescentes (Skatistas), etc.

Independente de público varejista que o proprietário vai atender, o mesmo deve preocupar-se com a proporção de peças na hora da compra, assim como a combinação dessas peças entre si. Ou seja, a compra deve ser coordenada, organizadas por “Família de Produto”, e a composição das mesmas devem conter mais peças lisas e menos peças estampadas, obedecendo sempre as combinações entre si. O proprietário, na hora da compra, também deve sempre pensar em como ficará a disposição de cada peça em suas araras de exposição.

2 – Compras na proporção errada:

Existe uma fórmula básica para que a pessoa responsável pelas compras saiba as proporções do mix de produtos que devem estar na lista de compras. O Mix de produtos é um conceito utilizado para indicar a variedade ofertada por uma empresa ao mercado. Ou seja, a variedade de produtos ou serviços que serão vendidos ao cliente.

comércio varejista

A composição do Mix de produtos é feita pelos Tops (peças que vestem a parte superior com blusas, jaquetas, coletes e camisas), e Bottons (vestem a parte inferior, como calças, saias e bermudas). Todo varejista deve ter em mente que a compra de reposição de produtos deve conter as seguintes proporções:

55% de TopsSubdividido em 40% de blusas, camisas, coletes, jaqueta e 15% em vestidos.

45% de BottonsSubdivididos em 25% de calças e 20% saias e bermudas.

 

comércio varejistaMix da moda: a proporção para comprar entre peças básicas, peças de tendência e peças mais extravagantes, deve ser a seguinte:

80% peças básicas (ex: peças lisas, jeans, regatas)
10 a 15% tendências (ex: calça pantacourt, blusas de oncinha)
5% apostas (ex: peças na cor neon)

Quantidades de produtos por arara: 5 blusas, 03 vestidos, 04 saias, 2 calças

 

3 – Faixas de preço:

Independente do tamanho ou do estilo da loja, deve-se trabalhar com pelo menos 3 faixas de preços.

P1 – São as peças mais baratas, ou seja, peças com giro mais rápido, por exemplo: regatas.

P2 – Preço médio, onde deve se encaixar a maioria dos produtos.

P3 – Produtos mais caros, mais elaborados, normalmente é composto por menos produtos, pois tem menor giro.

Exemplo: Preço médio R$ 150,00 a R$ 200,00 .

P1 – R$70,00 (regatas),

P2 – R$ 150,00 (onde se concentra a maioria dos produtos) e;

P3 – R$300,00 (peças mais elaboradas, porém em menor quantidade de peças).

4 – Analisar os resultados:

Com o tempo você poderá analisar as proporções e quantidades que sua loja vende, inclusive analisar o público que a sua loja atrai e sua precificação. É possivel analisar o ticket médio,  o qual é composto pelo valor médio das tuas vendas, pode-se também analisar quais os produtos mais vendidos e as margens de lucro que cada um trás para o seu negócio.

Com a analise completa você poderá comprar cada vez mais, obedecendo o padrão da sua loja e principalmente suas vendas. A análise dos resultados mês a mês é imprescindível para o crescimento do seu negócio. Fazendo isso você terá um engajamento maior com seus clientes, podendo vender em larga escala.

A atenção ao seu negócio é o que o faz crescer.

Boas vendas e ótimos resultados.

Compartilhe:

 

3 comentários

  1. Marcos goes disse:

    Ótimo trabalho!
    Após perder muito tempo na internet encontrei esse blog
    que tinha o que tanto procurava.
    Parabéns pelo texto e conteudo, temos que ter mais
    artigos deste tipo na internet.
    Gostei muito.
    Meu muito obrigado!!!

  2. Cosplay disse:

    Parabéns e o artigo esta perfeito e bem explicativo sobre o
    assunto. Infelizmente tem poucos sites abordando sobre
    esse assunto. Compartilhei no meu twitter e facebook.

  3. Maicon Paiva disse:

    Eita até que fim achei o que estava procurando na
    internet. A internet é excelente, mas as vezes achar o que
    precisa pode demorar muito. Excelente artigo e vou
    compartilhar agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *